Ocha mobiliza recursos para assistir vítimas das inundações na Indonésia

Ocha mobiliza recursos para assistir vítimas das inundações na Indonésia

O Escritório das Nações Unidas para Assistência Humanitária, Ocha, informou que fortes chuvas na Indonésia destruíram pelo menos 73 mil casas na capital Jacarta.

A porta-voz do Ocha, em Genebra, Elizabeth Byrs disse que, enquanto aguarda um pedido formal do governo indonésio, a agência já começou a organizar envios de comida, água potável, cobertores e remédios que podem ser despachados rapidamente para as vítimas.

O ministro José Soares, da Embaixada do Brasil na Indonésia, disse à Rádio ONU, de Jacarta, que após vários dias de cheias, as chuvas recuaram um pouco nesta terça-feira.

“Nesse momento, cessaram ligeiramente as chuvas e tem chovido apenas durante à noite. Mas, no último fim de semana, o regime de chuvas aqui foi de mais de 3,5 mil milímetros. É uma coisa fenomenal, que só aconteceu há mais de 20 anos. Mas, felizmente, não houve um número muito grande de mortos”, afirmou.

Segundo o Ocha, cerca de 60% de Jacarta foram afectados pelas enchentes.

As agências humanitárias da ONU mantêm uma forte presença na Indonésia desde o tsunami de 2004.

E em Genebra, o Programa Mundial de Alimentos, PMA, informou que mais de 2 milhões de pessoas no Burundi, o que corresponde a 25% da população, precisam de ajuda até Julho.

As fortes chuvas, que caem no país desde Dezembro, destruíram pelo menos metade das plantações do Burundi.

O PMA e outras agências humanitárias estão organizando um apelo de US$ 131 milhões para as vítimas das enchentes.