Ban Ki-moon preocupado com tensão na Guiné-Bissau

Ban Ki-moon preocupado com tensão na Guiné-Bissau

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, manifestou-se preocupado com o aumento da tensão na Guiné-Bissau, na sequência do assassinato do antigo Chefe do Estado-Maior da Armada, comodoro Lamine Sanha.

Montas disse que Ban Ki-moon lamentou a perda de vidas e apelou ao governo e aos líderes políticos guineenses para evitarem o uso da violência.

O Secretário-Geral da ONU pediu aos guineenses que continuem a priorizar os objectivos do desenvolvimento e da reconciliação.

De acordo com a imprensa internacional, no último fim de semana, centenas de jovens levaram a cabo uma onda de protestos, o que resultou num morto e dois feridos, quando agentes policiais tentaram controlar a situação.

A Guiné-Bissau tem vivido certa instabilidade política desde 2003.