Aiea realizou workshop de leis sobre energia nuclear em África

7 agosto 2017

Agência da ONU reuniu especialistas e representantes de 20 países africanos, incluindo Moçambique, para debater a regulação de fontes radioativas nas áreas da medicina, indústria e pesquisa.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.*

A Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, realizou na última semana um workshop em sua sede, em Viena, na Áustria, para discutir as leis sobre energia nuclear em África.

Participaram do encontro representantes e especialistas de 20 países africanos, entre eles Moçambique.

Conhecimento

O objetivo da reunião foi expandir o conhecimento do grupo em relação aos quadros jurídicos nacionais e internacionais para regulamentação das fontes de radiação nas áreas de medicina, indústria e pesquisa, entre outras.

O representante do Ministério das Relações Exteriores da Suazilândia, Vuyile Dlamini, afirmou que “as experiências trocadas no evento foram valiosas para a compreensão dos aspectos jurídicos sobre o uso da radiação”.

Segundo ele, elas são importantes no momento em que seu país desenvolve projetos para a implementação de técnicas nucleares.

Programa

Através de um programa de assistência, a Aiea apoia os Estados-membros no desenvolvimento de medidas legais para segurança e o uso pacífico da energia nuclear.

O representante da Agência de Segurança Nuclear do Chade, Hadjaro Senoussi, afirmou que seu país já implementou leis sobre segurança e salvaguardas para o setor.

Segundo ele, a Aiea ajudou no processo de identificação de todos os elementos a serem considerados numa lei nuclear abrangente.

*Apresentação: Denise Costa.

Notícias relacionadas:

Agência da ONU e Zâmbia juntam esforços para combater cancro

Novo projeto da Aiea busca prevenir fraudes na indústria de alimentos

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud