ONU e parceiros pedem US$ 39,2 milhões para reposta a cheias no Peru
BR

11 abril 2017

Segundo Escritório das Nações Unidas para Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha, recursos serão usados para ajudar mais de 400 mil pessoas.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Iorque.

O Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha, e parceiros humanitários no Peru lançaram um apelo de US$ 39,2 milhões para fornecer assistência urgente a pessoas atingidas pelas últimas enchentes no país.

Os recursos serão usados para ajudar mais de 400 mil pessoas. Segundo o escritório, chuvas contínuas em fevereiro e março levaram 12 departamentos e uma província constitucional a declarar emergência.

Riscos

O aumento no volume das chuvas levou a enchentes em comunidades rurais e áreas urbanas em 24 dos 25 departamentos do país.

O Ocha afirmou que as áreas prioritárias cobertas pelo apelo incluem abrigo, água, saneamento, higiene, comida e rápida recuperação.

Segundo o Escritório, mais de 2,5 milhões de pessoas estão susceptíveis a novos deslizamentos de terra e doenças transmissíveis pela água.

Há também relatos de enchentes na Colômbia, país vizinho, onde transbordaram três rios ao redor da cidade de Mocoa, no sul do país.

Crianças

Na semana passada, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, informou que enchentes continuam a colocar milhares de crianças em perigo no Peru. A agência da ONU no país está apoiando o governo peruano na proteção dos menores atingidos.

Segundo o Unicef, o número de pessoas afetadas está subindo e a expectativa é que continue a crescer nas próximas semanas. Cerca de 2 milhões de crianças estão sem aulas, colocando sua educação e proteção em risco, alertou a agência.

Notícias Relacionadas:

ONU mobiliza-se com governo do Peru para socorrer vítimas das cheias 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud