OMS aprova quase meio milhão de dólares para apoiar emergências de saúde

26 maio 2016

Novo programa será aplicado até 2017; países e comunidades que enfrentam situações de surtos, catástrofes naturais e conflitos serão cobertos pela assistência anunciada na Assembleia Mundial da Saúde.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque. 

A Organização Mundial da Saúde, OMS, anunciou um novo Programa de Emergências para o setor com um orçamento de US$ 494 milhões para 2016 e 2017.

A iniciativa foi aprovada pelos Estados-membros da agência na 69ª. Assembleia Mundial da Saúde. O evento decorre esta semana em Genebra.

Perigos

O Programa de Emergências de Saúde quer oferecer "apoio rápido, previsível e abrangente aos países e comunidades que se preparam, enfrentam ou recuperam de emergências" que envolvem qualquer perigo para a saúde humana.

Surtos e desastres naturais ou provocados pelo homem são as novas componentes da iniciativa, que teve um aumento de US$ 160 milhões em relação ao anterior.  Nos novos moldes, o programa terá uma comissão independente de supervisão e consultoria.

Gerir Surtos

Os países-membros da OMS incentivaram a colaboração do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários com a agência para ajudar a gerir surtos e outras emergências.

O diretor-geral da OMS, a ser eleito no encontro, deverá prestar um informe sobre sobre os progressos na criação e no funcionamento do programa na próxima Assembleia Mundial de Saúde.

Leia e Oiça:

OMS: febre-amarela é “importante fator de preocupação” em Angola

 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud