Desafios como mudanças climáticas e desmatamento afetam os trópicos

Dia Internacional dos Trópicos celebra áreas que concentram maior biodiversidade  BR

OMM/Boris Palma
Desafios como mudanças climáticas e desmatamento afetam os trópicos

Dia Internacional dos Trópicos celebra áreas que concentram maior biodiversidade 

Assuntos da ONU

Quase todas as florestas de mangue do mundo estão entre os trópicos de Câncer e Capricórnio; regiões concentram mais da metade dos recursos hídricos renováveis do planeta. 

As Nações Unidas marcam este 29 de junho o Dia Internacional dos Trópicos promovendo os avanços, os sucessos, a diversidade e o potencial destas regiões que albergam quase 95% das florestas de mangue do mundo.  

São países situados entre os trópicos de Câncer e de Capricórnio reunindo cerca de 99% destas espécies. 

Recursos hídricos 

De acordo com a organização, os trópicos têm pouco mais da metade dos recursos hídricos renováveis do globo, ou cerca de 54%. Mas quase metade dos habitantes é considerada vulnerável ao estresse hídrico, uma situação em que a água disponível não chega para atender a todos. 

Manguezais protegem a natureza dos desastres naturais, agindo como barreiras contra as ondas de tempestades e inundações, impedindo a erosão.
Pnud Cuba/Manglar Vivo Project
Manguezais protegem a natureza dos desastres naturais, agindo como barreiras contra as ondas de tempestades e inundações, impedindo a erosão.

 

As áreas com a maior biodiversidade são as que mais têm perdas em relação ao resto do mundo. São tipicamente quentes e com poucas mudanças sazonais na temperatura do dia a dia.  

Outra marca essencial dos trópicos é a prevalência da chuva nas regiões úmidas internas próximas à Linha do Equador, e o aumento da sazonalidade das chuvas aumenta com a distância do equador.  

Mudanças demográficas 

Desafios como mudanças climáticas, desmatamento, exploração madeireira, urbanização e mudanças demográficas afetam os trópicos. 

O ciclone tropical Eloíse, que atingiu a região central de Moçambique, afetou pelo menos 176 mil pessoas
Unicef Moçambique/Ricardo Franco
O ciclone tropical Eloíse, que atingiu a região central de Moçambique, afetou pelo menos 176 mil pessoas

 

Na celebração da data será lançado um relatório destacando o fato de metade da população tropical não estar online e o impacto da situação sobre a pobreza, a educação, a igualdade e a economia, a exclusão digital. 

A publicação realça a pandemia e o papel da tecnologia digital em áreas como comércio, emprego, aprendizado, lazer e comunicações que tiveram mudanças rápidas.  

O Dia Internacional dos Trópicos foi proclamado pela Assembleia Geral em 2016.  

A medida foi impulsionada pela publicação de relatórios periódicos sobre o tema pela Aliança do Estado dos Trópicos com o apoio do Governo da Austrália.