Dia Mundial da Propriedade Intelectual destaca papel das mulheres na inovação 

26 abril 2018

Organização Mundial da Propriedade Intelectual, Ompi, diz que mundo perde com falta de participação das mulheres; em 1995, apenas 17% dos pedidos de patente internacionais incluíam uma mulher na lista de inventores.

Marca-se esta quinta-feira, 26 de abril, o Dia Mundial da Propriedade Intelectual. O tema deste ano é “Alimentando a Mudança: Mulheres na Inovação e Criatividade”, numa tradução livre para português. 

Segundo a Organização Mundial da Propriedade Intelectual, Ompi, a campanha deste ano “celebra o brilho, a criatividade, a curiosidade e a coragem das mulheres que estão fazer mudanças no mundo e a moldar o futuro.”

Mudanças

O diretor-geral da Ompi, Francis Gurry, explicou que este dia “comemora os talentos e as conquistas das mulheres inventoras e criadoras em todo o globo.”

Apesar disso, Gurry diz que “ainda há trabalho para fazer.” O diretor-geral afirmou que “as estatísticas disponíveis indicam que o nível de participação das mulheres em inovação e criatividade está abaixo da média, o que é injusto para as mulheres e uma perda para o mundo.”

Estatísticas indicam que nível de participação em inovação e criatividade está abaixo da média, o que é injusto para as mulheres e uma perda para o mundo.”

Em 1995, apenas 17% dos pedidos de patente registados no Tratado de Cooperação em Patentes, da Ompi, incluíam uma mulher dentre os inventores. Neste momento, cerca de um terço de todos os pedidos tem apenas uma mulher entre os seus criadores.

Francis Gurry diz que isto são boas notícias, mas que “este número ainda está muito abaixo da paridade que é procurada.”

Valor

A Ompi destaca no seu site 16 mulheres que estão a ajudar a mudar o mundo usando a sua criatividade. Na lista, estão mulheres como Ting Shih, que fundou uma plataforma de serviços de saúde, ou Rocío Alcocer, que criou a organização Zero Waste Kitchen.

Alcocer explica que “quanto mais diversa for a força de trabalho que procura soluções para os problemas de hoje, melhores e mais criativas serão as soluções.”

A Ompi diz que o objetivo deste dia “é perceber como o sistema de propriedade intelectual pode apoiar mulheres criativas a trazer as suas ideias fantásticas até ao mercado.”

A agência da ONU também está a pedir às pessoas que participam da campanha. Usando a hashtag #worldipday, a agência quer ouvir as histórias de inventoras e criadoras de todo o mundo.

 

Apresentação: Alexandre Soares