Mais três mulheres fazem parte do painel que vai rever missões de paz da ONU

2 dezembro 2014

Recém-nomeadas são a burundesa Marie-Louise Baricako, a jordaniana Rima Salah e a cingalesa Radhika Coomaraswamy; Grupo de 18 membros é presidido por José Ramos Horta e coadjuvado por Ameerah Haq.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque. 

O Secretário-Geral nomeou mais três mulheres para o seu Painel de Alto Nível sobre as Operações de Paz.

O grupo, anunciado em outubro, passa a ser composto por 17 membros presididos pelo antigo chefe de Estado de Timor-Leste José Ramos Horta.

Paz e Segurança 

Como integrantes plenas, a burundesa Marie-Louise Baricako, a jordaniana Rima Salah e a cingalesa Radhika Coomaraswamy juntam-se à vice-líder do grupo Ameerah Haq, do Bangladesh.

Para Ban Ki-moon, as recém-nomeadas vão permitir o equilíbrio de género e enriquecer o trabalho do coletivo, especialmente em questões relativas às mulheres, paz e segurança.

Mudanças

A expectativa do chefe da ONU é que as operações de paz das Nações Unidas acompanhem as mudanças "para que se tornem indispensáveis e eficazes na promoção da paz e da segurança internacionais".

O primeiro painel para rever operações de paz e missões políticas especiais deve sugerir necessidades e abordar questões como alterações na natureza dos conflitos, mandatos, eficiência, direitos humanos e proteção de civis.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud