Aiea pede ao Irã transparência sobre programa nuclear (Português para o Brasil)

Aiea pede ao Irã transparência sobre programa nuclear (Português para o Brasil)

Segundo Agência Internacional de Energia Atômica, falta de informações detalhadas sobre atividades do país são preocupação importante.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.*

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica, Mohammed ElBaradei, reuniu-se nesta segunda-feira, em Viena, na Áustria, com o Conselho Diretor da Aiea para debater, entre outros temas, o programa nuclear iraniano.

Segundo ElBaradei, o Irã precisa demonstrar transparência total sobre as atividades atômicas do país, além de implementar as medidas necessárias para garantir os fins pacíficos do programa nuclear.

Dimensões Militares

ElBaradei afirmou que a Aiea continua verificando o não-desvio de material nuclear do Irã. Mas segundo ele, a falta de progresso sobre as possíveis dimensões militares do programa é lamentável.

Para ElBaradei, a questão continua a ser preocupante.

Vários representantes da comunidade internacional manifestaram preocupação com as atividades nucleares do Irã e de que o país possa desenvolver armas atômicas. Mas o governo de Teerã diz que o programa tem fins para geração de energia.

ElBaradei encerrou a reunião com atualizações sobre atividades da agência na Líbia, na Síria, na Coréia do Norte e no Oriente Médio. Ele mencionou ainda os efeitos da crise alimentar mundial, cooperação técnica, segurança e salvaguardas nucleares.

Apresentação*: Eduardo Costa, Rádio ONU em Nova York.