Jovens são maior grupo de risco do HIV, diz ONU

Jovens são maior grupo de risco do HIV, diz ONU

A juventude é o grupo de maior prevalência com cerca de 45% de todas as novas infecções.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.*

Juventude e Sida foi um dos temas que esteve em destaque esta semana na 17ª Conferência sobre HIV/Sida, a decorrer na capital mexicana, Cidade do México.

Segundo a ONU, o número total de infecções por HIV caiu pela primeira vez, no entanto, a juventude continua a ser um dos grupos mais afectados com 45% de novas infecções.

Desafios

A funcionária do programa de HIV/Sida da Unesco, Ekua Yankah, falou à Rádio ONU, a partir da Cidade do México, sobre os desafios que a juventude enfrenta.

“Eles são infectados e afectados. O problema é que muitas pessoas são infectadas ainda jovens mas descobrem que estão infectadas quando adultos. Então, eles estão pedindo mais programas de prevenção para os jovens,” disse.

Esta quarta-feira foi lançado na Conferência sobre HIV/Sida um guia dirigido à prevenção do HIV entre jovens mulheres.

Prevalência

A África Subsaariana continua a ser a zona de maior prevalência do vírus no continente.

Segundo a ONU, estima-se que 122 mil professores nesta região estejam infectados com HIV.

O Banco Mundial, em colaboração com ministérios da educação de vários países, participou na produção de um livro e documentário sobre as histórias de vários professores infectados com HIV.

O livro inclui os testemunhos de professores de vários países incluindo Moçambique, Camarões, Gana e Quénia.