ONU relembra missões de manutenção de paz

ONU relembra missões de manutenção de paz

Pelo menos 110 mil homens e mulheres estão espalhados por 20 missões de paz no mundo.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas assinalam esta quinta-feira os 60 anos das Missões de Paz.

Foi no dia 29 de maio de 1948 que o Conselho de Segurança estabeleceu a primeira missão de manutenção de paz.

Desde então as missões da ONU têm-se multiplicado pelo mundo. Actualmente envolvem pelo menos 110 mil homens e mulheres espalhados por 20 missões de paz.

Contribuições

O coronel brasileiro, Pedro Pessoa, do Departamento das Operações de Manutenção de Paz falou à Rádio ONU, de Nova York, sobre a sua experiência em Moçambique nos anos 90.

“A missão de Moçambique, Unmoz, foi uma missão bem sucedida que teve uma participação importante do Brasil e de outros países que tiveram em Moçambique a oportunidade de finalizar um processo difícil chamado DDR, desarmamento, desmobilização e reintegração. Essa parte foi concluída com sucesso e o país saiu de mais de 30 anos de guerra”, disse.

Coroa

O Paquistão, Bangladesh, Índia, Nigéria e Nepal são alguns dos países que contribuem com mais forças para as missões de manutenção de paz.

Os maiores patrocinadores das operações são a União Europeia, o Japão e os Estados Unidos.

Na sede da ONU, o subsecretário-geral do Departamento de Manutenção das Operações de Paz, Jean-Marie Guéhenno, depositou uma coroa de flores em memória dos mais de 2,4 mil soldados da ONU mortos em serviço.

Apresentação*: João Duarte, Rádio ONU em Nova York.