ONU quer incentivar economia criativa na África (Português para o Brasil)

ONU quer incentivar economia criativa na África (Português para o Brasil)

Iniciativa foi lançada durante Conferência sobre Comércio e Desenvolvimento das Nações Unidas, em Acra, capital de Gana.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

A 12ª Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento e Comércio, Unctad, lançou em Acra, capital de Gana, a iniciativa “África Criativa”.

O projeto faz parte do conceito de Economia Criativa desenvolvido pela Unctad. Pelo programa, as tradições, as músicas e o folclore africanos podem ser usados para gerar receitas aos países.

Oportunidades

A diretora do Programa de Economia e Indústrias Criativas da Unctad, Edna dos Santos, disse à Rádio ONU, de Acra, que a África é um continente pleno de oportunidades.

“Nós acreditamos que é um instrumento para acelerar a estratégia de desenvolvimento que tem sido utilizada até agora. Por quê? Porque nós estamos falando de áreas em que nós não precisamos de infra-estruturas pesadas e que a matéria-prima são as idéias e a criatividade e isso nós temos em abundância nos países em desenvolvimento, principalmente em África”, disse.

O secretário-geral da Unctad, Supachai Panitchpakdi, pediu um acordo abrangente sobre os desafios da globalização que afetam a comunidade internacional até o fim da reunião nesta sexta-feira.

Para Panitchpakdi um consenso enviaria um sinal forte à comunidade internacional sobre a determinação dos países em aproveitar as oportunidades abertas pela globalização.