Ocha reforça alerta sobre situação na Somália

Ocha reforça alerta sobre situação na Somália

Agência da ONU apoia declaração de organizações que prevêem catástrofe humanitária no país africano.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Escritório das Nações Unidas para Assistência Humanitária, Ocha, deu o seu apoio a uma declaração conjunta emitida por cerca de 40 agências humanitárias que trabalham na Somália. As agências alertam para a eminência de uma catástrofe no país.

Deslocados

Segundo o comunicado, quase 1 milhão de somalis deslocados dependem de assistência humanitária para a sua sobrevivência.

De acordo com as agências, a violência na capital, Mogadíscio, continua a provocar deslocados a uma taxa de 20 mil por mês.

O Ocha subscreve a declaração das agências afirmando que a situação na Somália é precária e necessita de atenção urgente em nível internacional.

Violência

Segundo a agência, a violência e impunidade no país são inaceitáveis.

Na sua declaração a Ocha afirma que tem os recursos humanos e materiais para ajudar a Somália mas a violência restringe as movimentações no terreno.