Pnud apóia projeto para comunidades quilombolas (Português para o Brasil)

Pnud apóia projeto para comunidades quilombolas (Português para o Brasil)

A iniciativa do governo do Brasil visa incluir no programa assistencial "Bolsa Família" os descendentes de escravos que viviam em Quilombos.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, está apoiando um projeto para a melhoria das condições de vida das comunidades de quilombolas no Brasil.

A iniciativa do governo do país visa incluir, até 2011, no programa assistencial "Bolsa Família", todos os descendentes de escravos que viviam em Quilombos.

Segundo o governo, são cerca de 410 mil pessoas.

Além de uma ajuda financeira, as famílias receberão auxílio nas áreas da saúde, educação e na aquisição de terra.

A agenda de investimentos prevê a aplicação de cerca de R$ 172 milhões, em saneamento básico e abastecimento de água para 548 comunidades de quilombolas.

Está ainda prevista a construção de 948 salas de aula, nos próximos quatro anos.

O Brasil também irá aplicar cerca de R$ 36 milhões, para a concessão de títulos de propriedade aos quilombolas.