‘Casamentos weekend’ preocupam, diz Acnur (Português para o Brasil)

‘Casamentos weekend’ preocupam, diz Acnur (Português para o Brasil)

O Acnur afirmou que está preocupado com o reaparecimento de uma prática de casamentos passageiros no Iraque.

Por Mônica Valéria Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Alto-Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, afirmou que está preocupado com o reaparecimento de uma prática de casamentos passageiros no Iraque.

Segundo o Acnur, meninas e jovens estão sendo alvos de casamentos tradicionais, que duram apenas alguns dias, em troca de dinheiro e presentes.

O porta-voz do Acnur, William Spindler, disse à Rádio ONU, de Genebra, que o casamento tornou-se uma opção para alguns à crise econômica no país.

“É uma prática que estamos encontrando agora entre as populações com grande necessidade econômica. Em alguns casos, as famílias são forçadas a aceitar o casamento de suas filhas com um homem que quer casar por apenas um fim de semana. Ele paga todos os gastos da festa além de dar uma quantidade de dinheiro à família da noiva. Mas depois de um fim de semana, ele se divorcia. É uma forma a qual as famílias iraquianas se têm obrigado por causa da necessidade econômica”.

De acordo com a agência da ONU para refugiados, mais de 2 milhões de iraquianos tornaram-se deslocados internos por causa do conflito no país. E um número semelhante fugiu para os países vizinhos Síria e Jordânia.