África recebe novas promessas do G-8 para combater doenças

África recebe novas promessas do G-8 para combater doenças

O Fundo Global para Sida, Malária e Turberculose elogiou a decisão do G-8 de destinar à África até US$ 8 biliões por ano para combater estas doenças.

O representante da Organização Mundial da Saúde, OMS, em Moçambique, El-Hadi Denzerroug, disse à Rádio ONU, de Maputo, que o dinheiro será bem usado.

“É uma boa novidade, que ajudará muito a luta contra estas doenças terríveis. Foi anunciado, no ano passado, mais e mais apoio à luta contra doenças, mas ainda estamos longe de atender todos os desafios que temos no continente africano. Estamos prontos para levar os desafios e implementar esse fundo num bom caminho. Será um reforço para o sistema de saúde que nós precisamos além de dar apoio aos programas para atingir os objectivos alcançados”, disse.

O combate ao HIV foi um dos temas da agenda do G-8, que também debateu mudança climática e desenvolvimento na África.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, elogiou a decisão dos líderes do G-8 em fechar um acordo para reduzir substancialmente os níveis de emissões de dióxido de carbono, o principal causador do efeito estufa. Ban Ki-moon anunciou ainda uma cimeira sobre meio ambiente para 24 de Setembro, na sede da ONU, em Nova York.