Marta Santos Pais, 14/02/07

Marta Santos Pais, 14/02/07

A diretora do Centro Innocenti, Marta Santos Pais fala sobre o estudo “Um Panorama do Bem-Estar das Crianças em Países Ricos”.~

Um relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, revela que a Holanda é o país com melhor condições de vida para o bem-estar de crianças.

O estudo “Um Panorama do Bem-Estar das Crianças em Países Ricos” analisou a situação de menores em 21 países. Depois da Holanda, Suécia, Dinamarca, e Finlândia registraram os melhores indíces sócio-econômicos e de relações familiares para crianças.

O documento, lançado em Berlim, foi compilado pelo Centro de Pesquisa Innocenti, e sugere que mais de 40% das crianças entrevistadas em Portugal, na Áustria e na Suíça sofrem casos de intimidação.

A diretora do Centro Innocenti, Marta Santos Pais, falou à Rádio ONU, de Berlim, sobre a agressão nas escolas portuguesas.

“A criança em Portugal se sente objeto de ataque e de exclusão e por isso não se sentirá certamente confiante para participar na vida escolar, recreativa como poderia ser o caso se esses níveis não existissem”, disse.

E segundo o estudo, quase um terço dos adolescentes britânicas já consumiu álcool e mais de um terço experimentou maconha. Santos Pais explica os efeitos deste tipo de comportamento para as crianças.

“Isto constitui dados extremamente preocupantes porque como nós sabemos quando os níveis são elevados elas são, com a dependência do álcool e da droga, limitadas da sua capacidade no sistema educativo de ter um emprego promissor no futuro. E muitas vezes, vemos situações extremamente dramáticas mais tarde quando são pais na forma como tratam seus próprios filhos”, explicou.

Ainda pelo relatório do Unicef, Grã-Bretanha, Estados Unidos, Hungria e Áustria apresentam os piores índices de bem-estar infantil nos países desenvolvidos.