Funcionário do Unicef assassinado em Bagdad

Funcionário do Unicef assassinado em Bagdad

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, informou, nesta terça-feira, que foi morto em Bagdad, capital do Iraque, o engenheiro Janan Jabero que era funcionário das Nações Unidas.

Jabero, de nacionalidade iraquiana que trabalhava para o Unicef torna-se assim no primeiro funcionário de uma agência humanitária da ONU a ser assassinado em 2007.

O Unicef actualmente recorre a nacionais para serviços humanitários no Iraque, na sequência do ataque à sede da ONU, em 2003, que provocou 19 mortos.

As Nações Unidas perderam 22 funcionários civis e soldados em serviço no ano de 2006.

Além da morte de servidores em cumprimento de suas funções, a organização registrou restrições à actuação de seus funcionários em vários países, assim como a detenção e expulsão de servidores públicos internacionais na Eritréia.