Entrevista: São Tomé e Príncipe e desafios climáticos

21 abril 2016

O diretor geral do Ambiente de São Tomé e Príncipe renova a aposta do arquipélago em produzir energias renováveis.

Arlindo Carvalho revelou que o país precisa de cerca de  US$ 30 milhões para avançar com o processo produção energética com fontes naturais.

Nesta conversa com a Rádio ONU, de São Tomé, o representante falou da importância da Assinatura do Acordo de Paris, na sexta-feira, em Nova Iorque.

Carvalho destaca as medidas propostas pelo país para reduzir a emissão dióxido de carbono a partir de 2020 e os efeitos do aquecimento global no território são-tomense.

Acompanhe a entrevista com Eleutério Guevane.

Duração: 7'30".

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud