Guiné-Bissau

Jornal da ONU - 12 de novembro de 2018
BR

Áudio -
5'23"

ONU capacitou forças da Guiné-Bissau para garantir segurança nas eleições

Comissário da Polícia da ONU no país explicou que meta é facilitar coesão e organização durante a votação; mais de 2,5 mil agentes policiais e militares em quatro regiões guineenses foram envolvidos nas sessões.

Guterres destaca esforço da Cplp para enfrentar riscos atuais ao receber prêmio

Secretário-geral recebeu o Prêmio José Aparecido de Oliveira em Lisboa; António Guterres comentou situações em Angola, Guiné-Bissau, Moçambique e Brasil com jornalistas no fim da cerimônia.

Agência da ONU e China anunciam resultados de cooperação com Guiné-Bissau e Moçambique
BR

Parceria na área da agricultura inclui tecnologia, conhecimento e investimentos financeiros; objetivo é ajudar a cumprir objetivos da Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável.

Guiné-Bissau: ONU e parceiros pedem novos esforços para garantir realização de eleições

Grupo de organizações lembra importância do ato eleitoral para a estabilização do país; parceiros querem maior envolvimento internacional no processo; eleições legislativas estão marcadas para 18 de novembro.

FAO defende reforço das capacidades da população rural na Guiné-Bissau

Parceria com governo quer melhorar produção e negócios de horticultura; fortes chuvas, ventos e inundações têm impacto na segurança alimentar dos guineenses.*

Destaque ONU News: 5 de outubro de 2018

Neste Destaque ONU News damos conta da atribuição do Prémio Nobel da Paz a dois ativistas que combatem a violência em situações de conflito. Conheça melhor o trabalho de Nadia Murad e de Denis Mukwege. Vamos também saber mais da parceria entre a ONU e a Guiné-Bissau sobre a Agenda 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Nações Unidas ajudam Guiné-Bissau a cumprir Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Visita de especialistas da ONU procura definir áreas prioritárias para ajudar o país lusófono a acelerar o cumprimento destas metas; atelier juntou vários representantes em Bissau para debater o tema.

FMI vê crescimento a abrandar na Guiné-Bissau devido à queda na produção de castanha

Economia do país lusófono deve crescer 3,8% este ano; défice do Estado deve aumentar para 3,6%; Fundo Monetário Internacional, FMI, terminou trabalho de duas semanas no país.

Cplp renova compromisso de apoio a eleições na Guiné-Bissau

Angola financia escrutínio com US$ 1 milhão, através do Programa da ONU para o Desenvolvimento, Pnud; chefes de Estado dos países lusófonos encontraram-se à margem da Assembleia Geral, em Nova Iorque.