Filtrar por conteúdo:

Yukiya Amano

Chefe da Aiea confirma encontros de alto nível na capital iraniana

Em Teerão, Yukiya Amano disse que estão em implementação os compromissos assumidos pelas autoridades no âmbito do acordo nuclear de 2015; agência disse que verificação e monitoramento foram conduzidos de forma imparcial.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

O chefe da Agência Internacional de Energia Atómica, Aiea, destacou este domingo que os compromissos assumidos pelas autoridades do Irão sob o acordo nuclear de 2015 estão em implementação.

Programa nuclear da Coreia do Norte causa preocupação grave, diz Aiea BR

Diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica também mencionou caso do Irã, onde a agência verifica se não foram desviados materiais nucleares.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

A Agência Internacional de Energia Atómica, Aiea, revelou esta segunda-feira  que está aumentando sua prontidão para “desempenhar um papel essencial” na verificação do programa nuclear da Coreia do Norte.

Aiea: Teste nuclear da Coreia do Norte “desrespeita exigências” internacionais BR

Autoridades norte-coreanas teriam confirmado uso de uma bomba de hidrogênio em ensaio deste domingo; agência da ONU continua acompanhando de perto o desenvolvimento do programa nuclear de Pyongyang.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

A Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, considerou o teste nuclear realizado este domingo pela Coreia do Norte "um ato extremamente lamentável".

Aiea: “mundo alcança progresso significativo na segurança nuclear” BR

Chefe da Agência Internacional de Energia Atômica fez a declaração durante reunião da Convenção sobre o assunto em Viena; Yukiya Amano afirmou que “países que usam tecnologia nuclear têm a responsabilidade de criar uma estrutura de segurança”.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, Yukiya Amano, afirmou que “houve um progresso significativo no fortalecimento da segurança nuclear em todo o mundo”.