urbanização

“Temos que reconhecer que a urbanização é um fenômeno mundial irreversível”

O Dia Mundial das Cidades, marcado em 31 de outubro, teve como tema: “Mudando o mundo: inovações e uma vida melhor para as gerações futuras”.

São Paulo terá perto de 24 milhões de habitantes em 2030

Luanda terá 12 milhões de pessoas no mesmo ano; regiões metropolitanas de Lisboa e Porto terão crescimentos demográficos pouco expressivos; Maputo deverá chegar a um 1,5 milhão de pessoas no final da próxima década.

ONU: População de São Paulo deve chegar a 22 milhões até 2050

Relatório Perspectivas Mundiais de Urbanização recomenda planejamento urbano mais sustentável nos países; Tóquio será cidade mais povoada do mundo nas próximas três décadas atingindo 37 milhões de pessoas.

Uneca: Rápida urbanização da África pode ser um motor de industrialização

Relatório da Comissão Económica das Nações Unidas para a África faz recomendações para aproveitar a rápida transição urbana; perspectivas de crescimento a longo prazo continuam a ser promissoras na África Oriental.

Denise Costa da ONU News, em Nova Iorque.

Áudio -

Uneca: Rápida urbanização da África pode ser um motor de industrialização

Relatório da FAO considera urbanização catalisador de áreas rurais

Agência da ONU mostra “revolução silenciosa” para melhorar cadeia de valores e papéis vibrantes para pequenas cidades.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.*

Áudio -

Relatório da FAO considera urbanização catalisador de áreas rurais

ONU-Habitat apresenta ferramenta para medir impacto das cidades nas pessoas
BR

“Amostra Global de Cidades da ONU” permitirá monitoramento regional e global dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e da Nova Agenda Urbana Global; Conferência Habitat-III acontece em outubro, no Equador.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

ONU-Habitat apresenta ferramenta para medir impacto das cidades nas pessoas
BR

Desenvolvimento em África depende de urbanização de qualidade

Relatório Panorama Económico Africano mostra que dois terços da população do continente estará a viver em cidades até 2050; fluxos financeiros para África no ano passado atingiram US$ 208 mil milhões, inferior ao registado em 2014.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -