Unodc

Nova parceria promove cuidados para presos usando drogas e com transtornos mentais 
BR

Um quinto entre 12 milhões que formam a população carcerária global consome algum tipo de substância; em duas décadas, proporção teve alta de 25%; Unodc e OMS consideram essencial garantir inclusão na cobertura universal de saúde e equidade; iniciativa estimula cooperação entre serviços de saúde, justiça e sociais. 

Estudo da ONU revela falta de justiça para migrantes vítimas de abuso
BR

Publicação feita pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc, mostra que vítimas de organizações de tráfico humano sofrem com violência; maioria não denuncia criminosos por medo de retaliações; governos não têm dados sobre agressões a migrantes. 

OMS nas Américas investe em políticas contra uso desordenado de substâncias
BR

Apenas uma em oito pessoas, que precisam, recebe o tratamento; proposta dará apoio técnico a países como Colômbia, Costa Rica, Equador, Guiana, Jamaica e Panamá; 83 milhões de pessoas usaram substâncias controladas na região.

Conferência contra Corrupção deve aprovar declaração para mais ação global
BR

Crime rouba trilhões de dólares, por ano, com consequências sérias para serviços públicos como saúde, educação, combate à pobreza; chefe da ONU lembra que a prática também afeta a luta contra a Covid-19 e impede que o mundo alcance o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS.

Corrupção no esporte: apostas ilegais somam US$ 1,7 trilhão por ano, diz Unodc
BR

Dados são de primeiro relatório sobre tema compilado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime; corrupção teve “aumento substancial” nos últimos 20 anos; documento diz que Brasil contribuiu com práticas contra crime adotadas para Copa do Mundo de Futebol e Olimpíadas.

ONU quer mais envolvimento de jovens na luta contra a corrupção
BR

Este 9 de dezembro é o Dia Internacional Anti-Corrupção sob lema: “Seu direito, seu papel: Diga não à corrupção”; prevenir a prática é essencial para alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.  

Entrevista com Marco Teixeira, chefe do Escritório da ONU sobre Drogas e Crime em Moçambique

O Escritório da ONU sobre Drogas e Crime, Unodc, tem um novo chefe em Moçambique. O português Marco Teixeira está no país e já começa com uma agenda cheia. Ele conversou com Leda Letra sobre o trabalho a ser desenvolvido e a insegurança em Cabo Delgado, no norte de Moçambique.

Os esforços de Moçambique no combate ao crime organizado e terrorismo

Neste artigo de opinião para a ONU News, Marco Teixeira e Alexandra Fernandes do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc, abordam a cooperação da agência da ONU com o governo do país de língua portuguesa na África.

Ataques piratas no mundo aumentaram cerca de 20% no início da pandemia  
BR

Tema foi debatido pelo Conselho de Segurança; Nações Unidas observaram alta no primeiro semestre de 2020; incidentes dobraram na Ásia e atingiram níveis sem precedentes em regiões próximas. 

Moçambique junta-se à agência da ONU para promover segurança nos mares 
BR

 Iniciativa do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc, concentra-se no Canal de Moçambique, uma das principais passagens para bens ilícitos na África; terrorismo marítimo é desafio não só para nação de língua portuguesa, mas para todo sul da África e nações vizinhas como a Tanzânia.