Unmil

Secretário-geral felicita final de Missão de Paz da Libéria

António Guterres disse que a ONU continuará no país para ajudar no caminho da prosperidade; chefe das Nações Unidas lembrou os 202 soldados da paz que perderam a vida.

 

O general da ONU na linha da frente que desarmou 100 mil combatentes na Libéria

Daniel Opande  esteve na frente das forças das Nações Unidas no primeiro contacto com diferentes fações em guerra; ONU encerra Missão de Paz da Libéria assinalando sucessos nos 15 anos de presença no país da África Ocidental.

Nações Unidas felicitam novo presidente da Libéria, George Weah
BR

Porta-voz de António Guterres emitiu nota saudando anúncio da Comissão Nacional Eleitoral, emitido em 29 de dezembro, após fim da votação; secretário-geral lembrou que eleição ocorreu em clima de paz.

Áudio -

Nações Unidas felicitam novo presidente da Libéria, George Weah
BR

Porta-voz de António Guterres emitiu nota saudando anúncio da Comissão Nacional Eleitoral, emitido em 29 de dezembro, após fim da votação; secretário-geral lembrou que eleição ocorreu em clima de paz.

Conselho de Segurança aprova retirada de forças da Libéria em 2018

Secretário-geral tem 90 dias para apresentar um plano de consolidação da paz e apoio à transição ao órgão; autoridades do país assumiram a responsabilidade de segurança da Unmil há seis meses.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Conselho de Segurança aprova retirada de forças da Libéria em 2018

ONU saúda progressos obtidos em várias frentes na Libéria

Informe do secretário-geral apela para redução de contingente militar da organização no país; sucessos incluem a redução do ébola e os avanços na área de segurança.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

ONU saúda progressos obtidos em várias frentes na Libéria

Fim de transmissões do ébola pode ser declarado este sábado na Libéria

Informação é da chefe da Missão da ONU no país africano; em entrevista, Karin Landgren pediu cautela até que a doença seja eliminada em toda a região; país registou mais de 4,7 mil mortes devido ao surto.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -