Uhuru Kenyatta

TPI encerra processo do presidente queniano por crimes contra a humanidade

Juízes dizem haver espaço para receber novas denúncias; Procuradoria do tribunal retirou acusações por insuficiência de provas em dezembro; Uhuru Kenyatta foi indiciado por atos ocorridos na violência pós-eleitoral de 2007.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

TPI encerra processo do presidente queniano por crimes contra a humanidade