Tratado de Proibição de Armas Nucleares

Guterres afirma que eliminação de armas nucleares é maior prioridade de desarmamento

 A 7 de julho, assinala-se o primeiro aniversário da adoção do Tratado de Proibição de Armas Nucleares; o documento entra em vigor quando for ratificado por 50 países.

Firmado na sede da ONU Tratado sobre Proibição de Armas Nucleares
BR

O presidente do Brasil, Michel Temer, foi o primeiro chefe de Estado a assinar o documento histórico; António Guterres espera esforços globais para um mundo livre de armas nucleares.

Denise Costa da ONU News, em Nova Iorque.

Áudio -

Firmado na sede da ONU Tratado sobre Proibição de Armas Nucleares
BR

Países assinam Tratado de Proibição de Armas Nucleares na ONU
BR

Evento especial será acompanhado de cerimónia sobre o dia de eliminação do tipo de armamento; Portugal e Timor-Leste apresentam-se na tribuna da Assembleia Geral para os segundos dias de debates.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

Áudio -

Países assinam Tratado de Proibição de Armas Nucleares na ONU
BR