Filtrar por conteúdo:

tocha olímpica

Monica Grayley
ONU News

Guterres grava mensagem em português, importância do isolamento e chegada da tocha olímpica no Japão

Neste Destaque ONU News sobre o coronavírus, secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, diz que o mundo pode vencer esta crise numa mensagem em português. A vice-diretora-geral da OMS, Mariângela Simão, alerta sobre a importância de se cumprir o isolamento social.  E no final, a chegada solitária da tocha olímpica às mãos do Japão.

 

ONU Mulheres na Rio2016: empoderamento de meninas através do esporte BR

Agência apresenta programa “Uma Vitória Leva à Outra” nesta sábado no Rio de Janeiro; em entrevista à Rádio ONU, chefe da ONU Mulheres no Brasil mencionou participação da agência no revezamento da tocha olímpica; para Nadine Gasman, é “reconhecimento”da importância da igualdade de gênero.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU Mulheres e o Comitê Olímpico Internacional, COI, celebram o empoderamento de mulheres e meninas através do esporte durante as Olímpiadas do Rio de Janeiro.

Ban está no Brasil para participar dos eventos dos Jogos Olímpicos BR

Secretário-geral da ONU vai visitar a Vila Olímpica, equipe de atletas refugiados, e a delegação olímpica da Coreia do Sul que participam da Rio 2016; nesta sexta-feira, ele vai fazer parte do revezamento da Tocha Olímpica na praia de Copacabana.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, já chegou ao Brasil para participar de vários eventos relacionados aos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

Ban Ki-moon participa da festa de abertura das Olimpíadas Rio 2016 BR

Secretário-geral da ONU vai fazer parte do grupo de revezamento que levará a Tocha Olímpica por vários pontos turísticos do Rio de Janeiro; ele segue no fim de semana para a Argentina, regressa aos Estados Unidos e vai ao Canadá.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, viaja na noite desta quarta-feira para o Brasil, onde participará da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Refugiado guineense que sonha em ser jogador de futebol leva Tocha Olímpica BR

Abdoulaye Kaba tem 18 anos e mora no Brasil desde 2012; ele foi escolhido pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos para conduzir a chama nesta quinta-feira, por sugestão da Agência da ONU para Refugiados, Acnur.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.*

Quem conduz a Tocha Olímpica nesta quinta-feira é o refugiado Abdoulaye Kaba, nascido na Guiné. O jovem de 18 anos nasceu na capital do país, Conacri, mas chegou ao Brasil em dezembro de 2012.

Refugiada síria vai conduzir Tocha Olímpica no Brasil BR

Hanan Daqqah, de 12 anos, chegou ao país desde o ano passado; ela vive com a família, pai, mãe e dois irmãos em São Paulo; totalmente integrada no Brasil, estuda numa escola pública e fala português fluente.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A refugiada síria Hanan Daqqa, de apenas 12 anos, vai ser uma das 10 primeiras pessoas a conduzir a Tocha Olímpica em cerimônia que terá início esta terça-feira, às 10 da manhã, horário local, em Brasília.