Tabagismo

Tabaco pode matar 1 bilhão de pessoas ainda neste século BR

Alerta é da Convenção para o Controle do Tabaco da Organização Mundial da Saúde, OMS, se padrões atuais de consumo persistirem; novo projeto apoiará países em desenvolvimento para implementar tratado.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Se os padrões atuais de consumo de tabaco persistirem, o produto matará cerca de 1 bilhão de pessoas ainda neste século. O alerta é da Convenção Quadro para o Controle do Tabaco da Organização Mundial da Saúde, OMS.

Entrevista: Roberta Caixeta, Dia Internacional Sem Tabaco

Apelos para proteger os fumantes marcam este 31 de maio o Dia Internacional Sem Tabaco. O destaque deste ano é que os países padronizem as embalagens limitando ou proibindo a promoção dos produtos do tabaco.

A Rádio ONU conversou, de Washington, com a assessora regional para Vigilância, Prevenção e Controle das Doenças Não Transmissíveis da Organização Pan-Americana da Saúde, Opas.

Roberta Caixeta disse que a ideia é reduzir a atratividade dos produtos do tabaco, acabar com o efeito publicitário dos maços e aumentar a efetividade das medidas sanitárias.

Moçambique: OMS apela à ratificação da Convenção sobre Tabaco

Especialista da agência da ONU no país diz que ratificar a convenção é um dos caminhos para reduzir o número de doenças não transmissíveis; OMS indica que 1 em cada 10 adultos é vitima do tabaco; mais de 600 mil pessoas são fumadores passivos no mundo.

Ouri Pota, da Rádio ONU em Maputo.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, apelou aos países para adotarem a padronização de embalagens de produtos de tabaco. Essa medida propõe a restrição do uso de cores, elementos gráficos e informações promocionais nos pacotes de cigarro. 

Casos de câncer devem subir cerca de 70% em 2 décadas BR

Organização Mundial da Saúde, OMS, afirma que doença é uma das principais causas de morte em todo o mundo, com cerca de 8,2 milhões de óbitos em 2012; agência calcula que casos anuais devem crescer de 14 milhões para 22 milhões.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, calcula que o número de novos casos de câncer deve subir cerca de 70% nas próximas duas décadas.