Surto de Ebola

ONU quer recorde de US$ 22,5 bilhões para ajuda humanitária em 2018
BR

Mundo tem 136 milhões de pessoas que precisam de ajuda e proteção; Síria e Iêmen devem continuar sendo as maiores crises do planeta; necessidades devem diminuir em países como Afeganistão, Etiópia, Iraque e Mali.

Áudio -
1'29"

ONU quer recorde de US$ 22,5 bilhões para ajuda humanitária em 2018
BR

Mundo tem 136 milhões de pessoas que precisam de ajuda e proteção; Síria e Iêmen devem continuar sendo as maiores crises do planeta; necessidades devem diminuir em países como Afeganistão, Etiópia, Iraque e Mali.

OMS declara fim do surto de ébola iniciado em maio na RD Congo

Quatro pessoas perderam a vida devido à ocorrência do vírus registada a 11 de maio; último paciente testou negativo para a doença na província ocidental de Bas-Uélé.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

OMS declara fim do surto de ébola iniciado em maio na RD Congo

Em Lisboa, Guterres fala sobre fragilidades para cumprir Agenda 2030
BR

Secretário-geral participa na Conferência Tidewater em Lisboa;  evento é  promovido pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico; Guterres deve discutir crises globais com líderes portugueses.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Em Lisboa, Guterres fala sobre fragilidades para cumprir Agenda 2030
BR

OIT: “150 milhões de migrantes em idade ativa não têm trabalho decente”
BR

Agência prevê que tendência atual de migração continue; centenas de delegados participam no Fórum Global sobre Migração e Desenvolvimento, em Berlim.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

OIT: “150 milhões de migrantes em idade ativa não têm trabalho decente”
BR

Voluntários de saúde na RD Congo tentam conter surto de ébola

São 145 pessoas da Cruz Vermelha congolesa e trabalhadores comunitários que atuará na província Bas-Uele; ação tem apoio técnico do Unicef; surto foi anunciado em 12 de maio.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.*

Áudio -

Voluntários de saúde na RD Congo tentam conter surto de ébola