sociais e culturais

Brasileiro eleito presidente de Comitê da ONU destaca aumento de desafios aos direitos humanos

Renato Zerbini Ribeiro Leão foi eleito para dirigir Comitê de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais das Nações Unidas; em entrevista à ONU News, advogado destacou a confiança entre países lusófonos.

Conheça o brasileiro novo líder do Comitê de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais da ONU

Renato Zerbini Ribeiro Leão foi escolhido na segunda-feira em Genebra por consenso; em entrevista à ONU News, advogado disse que desafios aos direitos humanos estão aumentando e que a sua escolha é um reconhecimento do trabalho do Brasil nesta área.  

Brasileiro é eleito presidente do Comitê de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais da ONU
BR

Renato Zerbini Ribeiro Leão sucede à portuguesa Maria Virgínia Brás Gomes;  advogado é especializado na proteção internacional da pessoa humana, em direitos sociais e em direito constitucional.

3ª Comissão da ONU debate promoção e proteção dos direitos humanos
BR

Grupo é responsável por questões sobre direitos econômicos, sociais e culturais; relatora afirmou que comitê vai servir de mediador entre as pessoas que fizerem queixas e o Estado-membro.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

3ª Comissão da ONU debate promoção e proteção dos direitos humanos
BR

Em Macau, número de trabalhadores migrantes cresceu 60% em três anos

Entre 2010 e 2013, território foi o destino de 80 mil trabalhadores oriundos da China; autoridades macaenses celebraram resultados de reformas e novas políticas laborais nas Nações Unidas.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

Em Macau, número de trabalhadores migrantes cresceu 60% em três anos

Entrevista: Embaixador Álvaro Mendonça e Moura

Portugal está a liderar um debate sobre direitos econômicos, sociais e culturais na ONU. O país foi o primeiro a assinar e o 9º a ratificar o Protocolo Facultativo do Tratado Internacional sobre o tema.

Áudio -

Entrevista: Embaixador Álvaro Mendonça e Moura

ONU avalia impacto da dívida externa argentina sobre as pessoas
BR

Relator chega ao país esta segunda-feira para analisar os efeitos da moratória e da reestruturação da dívida; conclusões serão apresentadas em relatório ao Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -