serviços

Após 20 anos de referendo de autonomia, Timor-Leste aposta na educação

Cerca de 70% da população timorense é composta por jovens menores de 25 anos; Nações Unidas reiteram cooperação com o país em áreas que incluem educação, capacitação para desenvolvimento vocacional e combate ao desemprego; brasileiro Sérgio Vieira de Mello coordenou período de transição para autonomia.

Relatores avaliam que situação está difícil para minorias em Portugal
BR

Especialistas da ONU para os direitos à água, ao saneamento e à habitação visitaram o país por 10 dias e ficaram preocupados com os povos Roma e afrodescendentes; eles pedem ao governo que garatam acesso aos serviços.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

Relatores avaliam que situação está difícil para minorias em Portugal
BR

Angola diz haver muito a fazer para melhorar serviços a pessoas com autismo

Condição é associada a espíritos malignos, bruxaria e doença mental;  autoridades angolanas dizem apoiar ação global para definir políticas para melhorar qualidade de vida de crianças que vivem com o autismo.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

Angola diz haver muito a fazer para melhorar serviços a pessoas com autismo

África deve fazer aproveitamento máximo do seu potencial, defende especialista

ECA aconselha aposta em maiores investimentos na indústria; comércio entre nações do continente equivale a 11% das trocas;  António Pedro diz que modelo económico baseado em matérias-primas está perto do limite.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

África deve fazer aproveitamento máximo do seu potencial, defende especialista

Unfpa pede US$ 4 milhões para garantir saúde das refugiadas
BR

Fundo de População da ONU alerta para grávidas que chegam à Europa e a milheres que correm risco de violência sexual; agência quer distribuir kits com itens de saúde e de higiene, para ajudar a preservar a dignidade dessas mulheres.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

Unfpa pede US$ 4 milhões para garantir saúde das refugiadas
BR

Nova central telefônica facilita entrega de ajuda aos iraquianos
BR

Mais de 3,1 milhões de pessoas foram forçadas a abandonar suas casas desde janeiro de 2014; ligando para o número 6999, agências da ONU fornecem informações sobre pontos de distribuição de comida e abrigos pelo país.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Áudio -