São Tomé e Príncipe

Paridade entre homens e mulheres na política é a próxima conquista do mundo lusófono
BR

Em entrevistas exclusivas, autoridades de Angola, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe comemoram avanços e reforçam papel da educação e do empreendedorismo na busca por mais oportunidades

Países menos desenvolvidos precisam alinhar ajuda ao desenvolvimento com planos nacionais
BR

Novo relatório destaca que esta é a melhor forma de controlar dependência da ajuda externa; especialista da ONU menciona exemplo de nações como Angola, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Brasil e Portugal entre os cinco principais em registro global de proteção de marcas
BR

Relatório da Organização Mundial de Propriedade Intelectual tem dados de Angola, Cabo-Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe; Brasil é o terceiro com maior crescimento mundial ficando atrás de Índia e França.

Entrevista: Elsa Teixeira de Barros Pinto, chefe da diplomacia de São Tomé e Príncipe
BR

Ministra dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidades conversou com a ONU News, horas antes do discurso do presidente do país na Assembleia Geral, Evaristo do Espírito Santo Carvalho.

Dia 4 - 74ª sessão da Assembleia Geral da ONU
BR

Nesta quinta-feira, aqui na Assembleia Geral, a lusofonia voltou à tribuna. São Tomé e Príncipe foi o único país de língua portuguesa a discursar. Enquanto isso, ocorria o Encontro de Cúpula sobre Financiamento para o Desenvolvimento.
A apresentação é de Monica Grayley.

Presidente de São Tomé e Príncipe pede “apoio indispensável” à comunidade internacional

Evaristo do Espírito Santo Carvalho discursou esta quinta-feira na 74ª Sessão da Assembleia Geral; chefe de Estado destacou graduação do país para a classe de rendimento médio, mas disse que continuam existindo desafios enormes.

Quarta de Empregos

Na lista de vagas do Sistema das Nações Unidas de 10 de julho, conheça algumas oportunidades de trabalho em países como Angola, Brasil, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e outros. Além de países de língua portuguesa, saiba de empregos em outros escritórios da organização. As vagas aparecem em inglês ou francês, as línguas de trabalho das Nações Unidas.

Ação climática aumenta segurança hídrica e alimentar em São Tomé e Príncipe

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento apoia projetos que promovem a resiliência das populações; como pequeno Estado insular, São Tomé e Príncipe já sofre os efeitos das alterações climáticas na agricultura, pescas e na economia. *

FAO lança projetos em São Tomé e Príncipe para agricultura e produção alimentar

Um dos objetivos é garantir segurança alimentar; agência defende gestão de recursos para garantir sustentabilidade; representante regional identifica pressão demográfica e mercado internacional como grandes desafios.

Fome aumenta na África e afeta mais de 257 milhões de pessoas

Relatório menciona progressos substanciais de Angola na redução da subnutrição; com 30%, Moçambique tem maior proporção de desnutridos entre lusófonos africanos; subnutrição afeta um quinto da população africana.