saneamento básico

Assentamentos israelenses, Dia Mundial do Toalete e mosquitos estéreis para controlar doenças

Neste #DestaqueONUNews, acompanhe a reação do Escritório de Direitos Humanos da ONU à nova posição dos Estados Unidos sobre assentamentos na Cisjordânia; neste Dia Mundial do Toalete saiba por que este assunto é preocupação global; por fim, como o Brasil usará mosquitos estéreis para controlar a transmissão de doenças como a dengue.

Uma em cada três pessoas em todo o mundo não tem acesso a água potável

Conclusão é de novo relatório publicado esta quinta-feira por duas agencias das Nações Unidas; mais da metade do mundo também não tem acesso a serviços de saneamento seguros.

Unicef: 27 milhões sem acesso à água potável em países com risco de fome
BR

Agência da ONU afirmou que “água poluída é mortal para crianças severamente desnutridas assim como falta de comida”; saneamento e práticas de higiene inadequados e epidemias representam risco adicional.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Unicef: 27 milhões sem acesso à água potável em países com risco de fome
BR

Angola quer promover saneamento liderado pela comunidade em todo o país

Iniciativa decorre pelo oitavo ano em quatro das 10 províncias angolanas; áreas do campo sofrem mais carências no país onde 60% da população tem acesso ao saneamento adequado.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque. 

Áudio -

Angola quer promover saneamento liderado pela comunidade em todo o país

Cepal lança banco de dados sobre investimentos na AL e Caribe
BR

Cepal lança banco de dados sobre investimentos na AL e Caribe
BR

Iniciativa conta com a participação do Banco Interamericano de Desenvolvimento, BID, e do Banco de Desenvolvimento da América Latina.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

Atlas do Unicef mostra diferenças socioeconômicas entre crianças na China
BR

Atlas do Unicef mostra diferenças socioeconômicas entre crianças na China
BR

Documento alerta que apesar do desenvolvimento econômico “espetacular” disparidades geográficas representam desafio à sobrevivência dos menores; agência da ONU diz que área rural é mais afetada.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -