resiliência

ESPECIAL: Moçambique em reconstrução para resistir à mudança climática
BR

Oito meses depois da passagem do primeiro ciclone de 2019, ONU News apresenta segunda parte da série sobre resposta a desastres; país é o segundo mais vulnerável aos efeitos das alterações do clima; reconstrução requer US$ 3,2 mil milhões.

Em Moçambique, ONU apoia iniciativa para acelerar construção resiliente após ciclones

Projeto de cinco anos será implementado com US$ 72 milhões; cerca de 285 mil casas foram destruídas após a passagem de duas tempestades tropicais fortes pelo país na mesma estação.

Resposta à seca: agências da ONU defendem investimento na preparação

Em seminário internacional, em Roma, chefe da FAO ressaltou que construção de resiliência é fundamental e que responder a tais situações quando elas ocorrem pode ser tarde demais; Graziano da Silva lembrou que mais de 250 mil pessoas morreram de fome na seca de 2011 na Somália.

Áudio -

Resposta à seca: agências da ONU defendem investimento na preparação

Melhorar a resiliência é prioridade da ONU em Angola

Escritório das Nações Unidas no país a trabalhar com o governo, em especial com Ministério do Planeamento;impulsionar o desenvolvimento das províncias faz parte do plano, segundo representante; projeto custará US$ 450 milhões.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Melhorar a resiliência é prioridade da ONU em Angola

África terá mais de um terço de doação belga para produtores após desastres

Sahel e Mali terão intervenções mais longas em áreas afetadas; FAO recebe uma parte dos US$ 14 milhões para atuar antes de ser lançado um apelo de emergência logo depois de uma calamidade.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

Áudio -

África terá mais de um terço de doação belga para produtores após desastres

Desigualdades pioram impactos da mudança climática para os mais pobres
BR

Novo relatório lançado pelas Nações Unidas afirma que nos últimos 20 anos, 4,2 bilhões de pessoas foram afetadas por desastres naturais; países de baixa renda tiveram as piores perdas, cerca de 5% do PIB.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

Desigualdades pioram impactos da mudança climática para os mais pobres
BR