Filtrar por conteúdo:

República da Guiné-Bissau

Entrevista: aldeias rejeitam mutilação genital feminina na Guiné-Bissau

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, apoia o processo que culmina com a rejeição de práticas como a mutilação genital feminina na Guiné-Bissau. Pelo menos seis aldeias fazem a declaração pública esta segunda-feira, 6 de fevereiro, Dia Internacional de Tolerância Zero à prática.

O efeito é multiplicado mas “o trabalho é feito em anos”, contou à ONU News  a especialista do Unicef para o apoio à Criança, Sónia Polónio.