Filtrar por conteúdo:

Represálias

Para especialistas da ONU, “sociedade civil no Burundi está no exílio”

Relatores de direitos humanos apresentam documento com evidências de abusos cometidos pelo Estado; segundo relatório, “espaço para liberdades públicas é inexistente e silêncio não é sinal de paz”.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Os especialistas independentes sobre a situação no Burundi apresentaram esta terça-feira seu relatório ao Conselho de Direitos Humanos da ONU. Christof Heyns, Maya Sahli Fadel e Pablo de Greiff encontraram evidências de abusos cometidos por entidades não-estatais.