Filtrar por conteúdo:

Refugiada síria

Refugiada síria vai conduzir Tocha Olímpica no Brasil BR

Hanan Daqqah, de 12 anos, chegou ao país desde o ano passado; ela vive com a família, pai, mãe e dois irmãos em São Paulo; totalmente integrada no Brasil, estuda numa escola pública e fala português fluente.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A refugiada síria Hanan Daqqa, de apenas 12 anos, vai ser uma das 10 primeiras pessoas a conduzir a Tocha Olímpica em cerimônia que terá início esta terça-feira, às 10 da manhã, horário local, em Brasília.