Rafik Hariri

Guterres pede respeito pela sentença dos acusados de matar ex-premiê libanês Rafik Hariri
BR

Maior pena aplicada no caso foi de 21 anos a um ex-militante do grupo xiita Hezbollah; caso da explosão do carro-bomba que matou o primeiro-ministro teve mais três pessoas que foram declaradas inocentes; réus foram julgados à revelia.

Ban elogia julgamento de acusados de matar ex-premiê do Líbano
BR

Em nota, Secretário-Geral diz que o combate à impunidade é vital para a segurança e estabilidade a longo prazo do país; carro-bomba matou primeiro-ministro Rafik Hariri e outras 21 pessoas, em fevereiro de 2005.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.*

Áudio -

Ban elogia julgamento de acusados de matar ex-premiê do Líbano
BR