Provas

Julgamento de presidente queniano pode ser adiado, diz procuradora

Pedido da acusação aos juízes do TPI é justificado com a necessidade de tempo para reunir provas contra Uhuru Kenyatta; em dois meses, duas testemunhas decidiram não continuar a depor no caso.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -

Julgamento de presidente queniano pode ser adiado, diz procuradora