Filtrar por conteúdo:

protestos no Irã

Manifestantes se reúnem em Estocolmo, na Suécia, após a morte de Mahsa Amini, de 22 anos, sob custódia da polícia moral do Irã
Unsplash/Artin Bakhan

Conselho de Direitos Humanos da ONU abre investigação sobre violações relacionadas aos protestos no Irã

Missão vai investigar violência e mortes nas manifestações que começaram em 16 de setembro; sessão especial, nesta quinta-feira, debateu a situação no país; estima-se que pelo menos 15 mil pessoas tenham sido presas e mais de 300 foram mortas, incluindo crianças; manifestantes presos estão sendo ameaçados com pena de morte.

Áudio
2'44"