proteção e ajuda

Acnur quer acesso a centro-africanos afetados pela onda de violência

Situação agravou-se após ataque à igreja em Bangui, considerado o pior desde a saída do poder dos Séléka no pricípio do ano; estima-se em 17 o número de com 27 sequestrados; entorno no templo abrigava 9 mil pessoas.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

Acnur quer acesso a centro-africanos afetados pela onda de violência