pORTUGAL

Entrevista: Portugal ressalta urgência de se corrigir perdas da pandemia a meninas e mulheres 
BR

A ministra de Estado e da Presidência de Portugal, Mariana Vieira da Silva, falou à ONU News após discursar e nome de seu país e da União Europeia na 65ª. Comissão sobre o Estatuto da Mulher, que ocorre em Nova Iorque; para ela, países precisam incentivar mais meninas na ciência e tecnologia, e mais mulheres na política. Acompanhe a conversa da ministra, de Lisboa, com Monica Villela Grayley, da ONU News. 

Portugal: aumento das mulheres em processos de decisão é vantajoso para todos 
BR

Em conferência anual da Comissão sobre o Estatuto da Mulher, ministra de Estado e da Presidência de Portugal, Mariana Vieira da Silva, diz que é importante não recuar nas conquistas já alcançadas pela igualdade de gênero; segundo ela, crise socioeconômica pós-pandemia só pode ser vencida com participação das mulheres. 

Portugal reabre dois meses após confinamento social contra Covid-19
BR

Ex-apresentadora da ONU News, jornalista brasileira relata o primeiro dia de reabertura em Lisboa, capital do país; medidas de enfrentamento reduziram impacto da crise sobre os portugueses; de 841 mil casos há um ano, país notifica 541 atualmente.  

Portugal: pandemia prova importância de inclusão de mulheres no processo político 
BR

Titular da pasta da Saúde, Marta Temido, diz à ONU News que crise deixou claro que união fortalece a resposta global; tema deste Dia Internacional da Mulher é: “Mulheres na liderança: Alcançando um futuro com igualdade num mundo de Covid-19". 

Portugal escreve à ONU nomeando Guterres para reeleição como secretário-geral
BR

Mandato atual expira em 31 de dezembro; no início do ano, chefe da organização informou que era candidato ao posto após conversações com países do Conselho de Segurança e com grupos regionais representados nas Nações Unidas.

Agência da ONU para Refugiados elogia Portugal por políticas de asilo
BR

Nesta semana, alto comissário da ONU para refugiados concluiu sua primeira visita ao país. Acnur pediu que Portugal e Eslovênia, presidentes da União Europeia, utilizem a liderança do bloco, em 2021, para avançar com uma melhor proteção para os refugiados no continente e outras partes do mundo.