Filtrar por conteúdo:

Pessoas sitiadas

100 mil pessoas sitiadas na cidade de Yei, no Sudão do Sul

Acnur fala em operações militares numa área do país que era pacífica; cidade passa por crise humanitária e agência está preocupada com a segurança dos civis; testemunhas relatam cenas terríveis de violência.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Agência da ONU para Refugiados, Acnur, está em alerta devido à segurança e à situação humanitária no Sudão do Sul. Na cidade de Yei, 100 mil pessoas estão sob cerco com o surgimento de conflitos.

ONU fala em interferência de autoridades na entrega de ajuda na Síria BR

Chefe Humanitário considera "repreensível" uso de cerco e fome como armas de guerra;  áreas sitiadas têm cerca de 592.700 pessoas; locais são controlados pelo governo, Isil e outros grupos armados.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.

O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários disse esta sexta-feira ao Conselho de Segurança que há uma " interferência deliberada e restrições que continuam a dificultar a prestação de ajuda" na Síria.