patrimônio imaterial da Humanidade

Morna de Cabo Verde e Bumba-meu-boi do Brasil são Patrimônio Imaterial da Humanidade da Unesco
BR

Estilo musical cabo verdiano e complexo cultural brasileiro estão entre as dez práticas eleitas pela ONU na quarta-feira; decisão deve ajudar a promover e proteger práticas culturais.

Morna de Cabo Verde mais perto de ser Patrimônio Imaterial da Humanidade da Unesco

Inscrição do género musical foi aceite pela agência da ONU; decisão final será ratificada, em dezembro, pela Unesco, durante reunião na Colômbia. 

Entrevista: Cante Alentejano, Patrimônio Imaterial da Humanidade

O Cante Alentejano é um gênero musical da região portuguesa do Alentejo que não usa instrumentos e foi classificado pela Unesco como Patrimônio Imaterial da Humanidade  em 2014.

Áudio -

Entrevista: Cante Alentejano, Patrimônio Imaterial da Humanidade

Entrevista: Cante Alentejano nas Nações Unidas

António José Silva dirige o Rancho de Cantadores da Aldeia Nova de São Bento e fala da experiência de atuação com o Cante Alentejano nas Nações Unidas.

Áudio -

Entrevista: Cante Alentejano nas Nações Unidas

Mais de 30 elementos eleitos Patrimônio Imaterial da Humanidade
BR

Canto Alentejano, típico do sul de Portugal, e capoeira do Brasil estão entre os escolhidos na sessão do Comitê da Unesco, que foi encerrada esta sexta-feira; critério leva em conta tradição das comunidades e diversidade cultural.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

Mais de 30 elementos eleitos Patrimônio Imaterial da Humanidade
BR

Unesco declara Roda de Capoeira Patrimônio Imaterial da Humanidade
BR

Decisão foi tomada na 9ª sessão do Comitê para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial da agência; segundo a Unesco, a Capoeira expressa a resistência negra no Brasil durante a escravidão.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.*

Áudio -

Unesco declara Roda de Capoeira Patrimônio Imaterial da Humanidade
BR