Paolo Balladelli

O retorno para casa de refugiados congoleses após dois anos em Angola

Neste Destaque ONU News Especial, milhares de congoleses voltam para casa, dois anos depois de terem recebido abrigo em Angola, e após relatos de melhora da situação de segurança na República Democrática do Congo, RD Congo. O coordenador residente da ONU em Angola, Paolo Balladelli, e o representante interino do Acnur em Angola, Wellington Carneiro, acompanham o grupo.

Angola e ONU fecham parceria para melhorar condições de trabalhadores

Novo programa que prevê atuação do Estado, da OIT e empresariado será executado entre 2019 e 2022 ; ministro das Relações Exteriores angolano  considera trabalho decente uma parte da realização dos direitos humanos.

Angola: transferências monetárias chegam a 14 mil famílias que vivem em extrema pobreza

ONU implementa nova parceria financiada pela União Europeia; projeto-piloto terá impacto em cerca de 20 mil crianças do campo; iniciativa quer promover acesso a serviços sociais e atividades de empreendedores em seis municípios.

Angola e parceiros internacionais vão aplicar US$ 260 milhões em ações conjuntas até 2022

Prioridades do novo Quadro de Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável foram adotadas em Luanda; coordenador residente da ONU diz que jovens podem dinamizar economia inclusiva.

Enviado da ONU elogia persistência de Angola na promoção da paz nos Grandes Lagos

Huang Xia esteve dois dias no país, onde se encontrou com o presidente, o ministro das Relações Exteriores e a equipa da ONU; coordenador residente diz que relação com a República Democrática do Congo foi um dos temas na agenda. 

Em Angola, Nações Unidas apoiam plano para combater a corrupção
BR

Coordenador residente contou à ONU News que procuradores-gerais angolanos foram capacitados com ferramentas para combater a prática; representante disse novas autoridades enviam “mensagem muito clara” para o fim do tipo de crime.

Angola: ONU acompanha movimentação de migrantes e refugiados na Lunda Norte

Coordenador residente fala de retorno voluntário de milhares de refugiados congoleses ao seu país; Paolo Balladeli disse preocupação de autoridades é com migrantes que estariam trabalhando em negócios clandestinos.

Acnur quer US$ 65 milhões para atender refugiados da RD Congo em Angola

Acnur quer US$ 65 milhões para atender refugiados da RD Congo em Angola

Até 500 pessoas chegam por dia ao território angolano; Acnur destaca que conflito pode se alargar; número de refugiados pode chegar a 50 mil; congoleses correm risco de violações graves de direitos humanos.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -