Oio

Mais comunidades abandonam mutilação genital feminina na Guiné-Bissau

Comité apoiado pelo Unicef revela focos de resistência com estratégias que podem envolver menores; região de Oio marca evento principal do Dia Internacional de Tolerância Zero a Mutilação Genital Feminina.

Amatijane Candé, de Bissau para a ONU News.

Áudio -

Mais comunidades abandonam mutilação genital feminina na Guiné-Bissau