Minusca

Vídeo: Luís Carrilho

Grupos étnicos e religiosos querem a paz na República Centro-Africana
BR

Chefe de Polícia da Missão da ONU afirmou que tudo isso começa pela segurança; Luís Carrilho, que está deixando o posto esta sexta-feira, afirmou que “ainda há muito o que fazer, mas o país está no caminho da paz”.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Áudio -

Grupos étnicos e religiosos querem a paz na República Centro-Africana
BR

Soldados de paz capturam armas e munições de grupo centro-africano

Não foi revelado número de vítimas da operação que confiscou “quantidade significativa” de armamento; forças da ONU detiveram uma parte dos homens perto da cidade de Sibut no fim de semana.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

Soldados de paz capturam armas e munições de grupo centro-africano

ONU alarga presença da missão de paz na República Centro-Africana

Mandato foi estendido até novembro do próximo ano; órgão quer reconciliação genuína e ação das autoridades contra grupos armados; resolução apela ao início das atividades do Tribunal Criminal Especial.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -

ONU alarga presença da missão de paz na República Centro-Africana

Missão na República Centro-Africana saúda libertação de reféns dos Camarões

Em nota, Minusca felicitou 11 pessoas que estavam em cativeiro há dois anos; eles foram mantidos pela Frente Democrática para a o Povo Centro-Africano.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Áudio -

Missão na República Centro-Africana saúda libertação de reféns dos Camarões

Conselho de Segurança condena morte de boina azul na Rep. Centro-Africana

Órgão alertou que ataques a soldados de paz das Nações Unidas podem constituir crimes de guerra; secretário-geral declarou que ataques àqueles que estão a trabalhar pela paz e segurança no país são “inaceitáveis”.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Áudio -