migrações

Africanos são maioria dos que arriscam a vida no Mediterrâneo

Contagem da Organização Internacional para Migrações, OIM, regista mais de 19,5 mil pessoas que chegaram à Europa entre 1 de janeiro e 8 de março; Itália recebeu milhares de guineenses, nigerianos e marfinenses.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Africanos são maioria dos que arriscam a vida no Mediterrâneo