Michelle Bachelet

Bachelet expressa choque com detenção de migrantes e refugiados nos EUA
BR

Chefe dos direitos humanos defende que deter crianças migrantes pode ser considerado tratamento cruel, desumano ou degradante; representante também aponta violações e abusos contra migrantes e refugiados em trânsito.

Bachelet aponta Portugal como exemplo de inclusão de migrantes na Europa

Alta comissária de Direitos Humanos considera política migratória portuguesa “aberta e progressista”; no Conselho de Direitos Humanos, Michelle Bachelet destaca facilidade de acesso à assistência social, legal e ao mercado de trabalho.

Bachelet pede a governo da Venezuela que liberte prisioneiros

Alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos terminou visita de três dias a convite do governo de Nicolas Maduro; representante afirmou que “destino de mais de 30 milhões de venezuelanos depende da disposição e da capacidade da liderança de colocar os direitos humanos do povo à frente de qualquer ambição pessoal, ideológica ou política.” 

Botsuana recebe elogios por descriminalização de relações entre pessoas do mesmo sexo
BR

Alta comissária para os Direitos Humanos e Programa Conjunto sobre HIV/Aids destacam importância da decisão no combate à discriminação; Angola e Moçambique estão entre os nove países que tomaram decisões semelhantes nos últimos cinco anos. 

Bachelet pede ao Parlamento de El Salvador que não restaure anistia a graves violações dos direitos humanos
BR

Alta comissária alerta que projeto de lei beneficiaria responsáveis por crimes de guerra e contra a humanidade durante conflito armado.

Bachelet pede “corredores humanitários” para a Líbia

Confrontos em Trípoli já obrigaram 42 mil pessoas a abandonar suas casas desde  abril; chefe de Direitos Humanos disse que explosões indiscriminadas em áreas civis violam o direito internacional; Acnur pede acesso a todas as áreas afetadas.

Michelle Bachelet elogia modelo português de combate às drogas

Alta comissária destaca resultados de sistema baseado em acesso a saúde pública e direitos humanos; número de mortes relacionadas com uso de drogas caiu drasticamente no país; transmissão de doenças infeciosas também baixou.

ONU “condena veementemente” decapitação de 37 pessoas na Arábia Saudita

Pelo menos três dos executados eram menores de idade no momento em que foram condenados à morte; maior parte dos executados era xiita; ONU apela à suspensão das execuções pendentes.

ONU elogia maior cooperação do México na promoção dos direitos humanos

Alta comissária da ONU fez visita ao país; novo presidente comprometeu-se a promover direitos humanos e combater violência; número de mortes violentas é equivalente ao de um país em guerra, 252.538 desde 2006.

Líbia: “ataques contra civis e infraestrutura podem equivaler a crimes de guerra”
BR

Alerta foi feito pela alta comissária para os direitos humanos, horas após novos ataques na capital Trípoli; secretário-geral reitera pedido de suspensão imediata de operações militares para melhorar situação atual e impedir conflito.