medicamentos

Agências querem mais apoio, um ano após agravamento do conflito no Iémen

5,5 bilhões de pessoas não têm acesso aos analgésicos que precisam
BR